We’ve updated our Terms of Use to reflect our new entity name and address. You can review the changes here.
We’ve updated our Terms of Use. You can review the changes here.
/

lyrics

Eu não quero aceitar
Eu não vou me conformar se esse cara ganhar
E poder ter poder, poder mandar
Mandar matar, mandar roubar
Mandar cagar
Ou acabar com o que sobrou de vontade
De tentar alguma coisa pra essa porra de lugar

É se atirar
Ou voltar, e continuar

Eu não falo em lutar
Não há luta
Não há culpa
E não é sua

De quem é a culpa?
Ninguém assume
Ninguém é cúmplice
Ninguém

Quando o mundo tá chato e sem inspiração
A gente lembra do que importa
E do que não tem volta

A resposta não importa
A pergunta só da voltas
E a gente se comporta
Engolindo revolta
Fechando as portas
Aceitando as derrotas
De foda em foda
Aliviado com a hora que passa
E com o dia, que termina

A luta não continua
A luta acabou e a gente perdeu
Começou perdida, rendida
Fadada à derrota

Bem infantil pra você entender

credits

from A MEM​Ó​RIA É AGORA, released November 29, 2019
Produced by Câimbra.
Song written by Câimbra.
Lyrics by Gustavo McNair.

license

all rights reserved

tags

about

Câimbra Sao Paulo, Brazil

Câimbra is a Brazilian sludge/metal band from São Paulo.

contact / help

Contact Câimbra

Streaming and
Download help

Redeem code

Report this track or account